5 regras para um hálito saudável

Um hálito saudável, mesmo não sendo o suave perfume de flores exóticas, é sempre o que qualquer pessoa quer. E com vista a alcançarmos uma agradável fragância oral muitos são os produtos que já existiram ou ainda existem no mercado, os Tic-Tac, sprays orais, etc. Mas há algo muito mais simples e banal que está ao alcance de todos, o quê? Confira a lista.

1. Escovar a Língua

i6yKRtt

Imagem microscópica da língua humana

Pois, a língua também se escova e não apenas os dentes. Sendo rugosa a língua mal higienizada retém restos alimentares que são eles próprios alimentos para as bactérias que causam mau hálito

2. Bochechar e Gargarejar com colutórios/fio dentário

Ok, esta regra é óbvia, eu sei. Mas nem toda a gente a cumpre e é a única forma de limpar toda a boca porque a escova, mesmo que manobrada por um cinturão negro da arte milenar de escovagem dentária não chega a todo o lado.

3. Comer Iogurte

Iogurte? Exacto. O iogurte repõe o equilíbrio bacteriano do trato intestinal e com isso ameniza o hálito de quem sofre de distúrbios gástricos.

4. Mascar Pastilha Elástica

tumblr_n9g4ywxG9f1thz8xyo1_500Quem não se lembra daqueles melões com açúcar dentro que no início eram ácidos mas depois doces, das pastilhas Gorila, daqueles rolos de pastilha elástica a metro…ENTÃO É SÓ MESMO PARA LEMBRAR! Porque as pastilhas que falo são as sem açúcar e de preferência com xilitol. Mascar pastilha estimula a salivação e assim impede a boca de ficar muito seca e beneficiar dos poderes antibacterianos da saliva.

Segue-me

Vítor Brás

Médico Dentista at Clínica Morgado da Póvoa
Vítor Brás é Médico Dentista Generalista, responsável pela área de Cirurgia Oral e Implantologia da Clínica Morgado da Póvoa. Quando não está a fazer o que mais gosta (tratar sorrisos) adora tocar guitarra, ler e fazer desporto.
Vítor Brás
Segue-me

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.